sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

lá vamos nós de novo


Mais um ano começando, mais um verão acabando.. E mais planos, expectativas e promessas que a gente ao longo do ano esquece.Acho que não tem problemas compartilhar com vocês um dos meus pedidos daquelas sete ondas que eu pulei em Ubatuba, na tarde do primeiro dia do ano. Eu pedi para não calcular nada, simplesmente deixar levar. Não sei se esse é um dos pedidos que vão se realizar, porque é complicado, é complexo. Eu estou aqui pensando no primeiro dia de aula, no que pode acontecer, no que quero fazer nas sextas feiras, quem quero encontrar, que amizades quero cultivar, que tradições pretendo manter, que coisas novas pretendo fazer, que pessoas ou costumes pretendo largar, que características minhas devo aperfeiçoar, se devo mudar..
Nesse 2011, eu quero aprender tanto quanto em 2010 - que francamente, não foi pouco - e usar meu aprendizado de 2010 para realizar coisas boas e evitar coisas ruins esse ano. E isso inclui desde perceber quem é amigo de verdade até matemática. Esse ano, eu quero antes de depender dos outros, depender de mim. Quero ao meu lado quem me quer e me faz bem, quem me ama e quem é meu amigo, e não relações superficiais. Quero fazer valer a pena.
E será que essas coisas que eu acabei de escrever não fazem meu pedido ir em vão? Será que essas coisas que eu acabei de escrever na verdade são planos, ideias e expectativas? Tudo o que eu não queria? Não sei, não ligo. Se eu ligasse e fizesse planos e etc, eu não faria esse texto, simplesmente construiria uma índole ou alguma coisa assim... Mas eu realmente não ligo. Cansei de ligar.
Falta um mês  pra essas férias acabarem, e essa foi uma das melhores que já tive, e falta um mês pra ela acabar. Um ano pra ela voltar, e com certeza não será a mesma coisa. E aposto que eu não vou querer que seja a mesma coisa. E o que eu posso fazer? Nada, só esperar as aulas começarem. E só de dizer aulas já vem um arrepio. Não de ansiedade, nem de decepção. Mas só de não saber o que vai acontecer e eu não querer fazer nada a respeito, só esperar. Esperar é ruim, que acabe de uma vez, que chegue logo, que esse suspense termine!
E se o mundo acabar em 2012?
                                                                              C.M

domingo, 5 de dezembro de 2010

nada muito igual

Sou diferente de muitas garotas! Não gosto de meninos fortes, musculosos. Não gosto de meninos com cara de bad boy, nem com roupinhas muito comportadas, não gosto de mauricinhos, nem de muleques piranhas, muito menos playsson raiz! Não gosto de meninos calados, ou muito parados, de meninos estaveis ou sentimentais. Eu realmente gosto dos meninos mais bagunceiros, com o cabelo grande e bagunçado, que me fazem rir até chorar, que me fazem passar raiva mas ao mesmo tempo me deixar bem, gosto de meninos meio largados, meio arrumados! Dos mais engraçados e bestas, daqueles que é muito dificil você ouvir um eu te amo, daqueles que falam mais que a boca! Mas principalmente, que me fazem me sentir bem e a vontade para poder ser quem eu sou, que ao mesmo tempo que me da espaço, me da carinho. Adoro meninos com piercings e alargadores. Mas isso não é um padrão que eu sigo, não procuro me interessar por eles por causa de futilidades mas sim por pequenos gestos, que para mim se tornam grandes gestos. Eu gosto do diferente, mas do diferente no jeito, na atitude! Não somente na aparencia. É logico (não vou mentir) que me importo sim com a aparencia, mas só isso não basta, tem que ter algo a mais para eu me interessar. Algo que me faça querer correr riscos.   
                                     Autor desconhecido

domingo, 21 de novembro de 2010

Q: Por que você não pode ficar sozinho, sem a Yoko?



John Lennon: Eu posso, mas não quero. Não existe razão no mundo porque eu devesse ficar sem ela. Não existe nada mais importante do que o nosso relacionamento, nada. E nós curtimos estar juntos o tempo todo. Nós dois poderíamos sobreviver separados, mas pra quê? Eu não vou sacrificar o amor, o verdadeiro amor, por nenhuma piranha, nenhum amigo e nenhum negócio, porque no fim você acaba ficando sozinho à noite. Nenhum de nós quer isto, e não adianta encher a cama de transa, isso não funciona. Eu não quero ser um libertino. É como eu digo na música, eu já passei por tudo isso, e nada funciona melhor do que ter alguém que você ame te abraçando.

quinta-feira, 18 de novembro de 2010

Tão esperado


Esperei tanto por esse dia !
Eu tinha uma longa impressão que um dia tu ia ser meu. Bastava deixar o tempo passar  por alguns instantes, primeiro começou com um sorriso, depois conhecidos , de conhecidos  para amigos de amigos para grandes amigos de grandes para ficante e de ficante finalmente para namorados (risos) . Ainda falta muita estrada pra esses pés ! Hoje fazendo uma semana de namoro e três meses de amizade , que só me trouxeram alegria e paz. Agora me diz, que casal não tem ciúmes de quem ama ?! IMPOSSIVEL .
Quem ama cuida, sempre. Eu te amo Alef s2 O5.11.2O1O
   Por Janiny Ferreira.

terça-feira, 16 de novembro de 2010

Joanna

Endings are never easy. I always build them up so much in my head that they can’t possibly live up to my expectations and I just end up disappointed. I’m not even sure why it matters to me so much how things end. I guess it’s because we all want to believe that what we do is very important. That people hang on to our every word, that they care what we think. The truth is, you should consider yourself lucky if you even occasionally get to make someone, anyone, feel a little better.


Terminações nunca são fáceis. Eu sempre desenvolvê-los tanto na minha cabeça que eles não podem viver de acordo com as minhas expectativas e eu só acabam se decepcionando. Eu não estou mesmo certo porque isso interessa-me tanto como as coisas terminam. Acho que é porque todos nós queremos acreditar que o que fazemos é muito importante. Que as pessoas se apegam a nossa cada palavra, que importa o que pensamos. A verdade é que você deve considerar-se sortudo se você mesmo ocasionalmente consegue fazer qualquer um, alguém, me sinto um pouco melhor.

Joanna

 “Some of the greatest loves we can experience can be completely one sided. We let our minds travel into something that crosses the lines of fantasy into what we’re waiting to finally experience with that person. From what could be interpreted as a stare to a normal person is just us fighting off the weight of being completely in love with what our eyes are seeing. As every day passes, we further feel the weight of the crush, patiently dreaming of the day when the weight is gone and we’re finally swept off our feet.”

Alguns dos grandes amores podemos experimentar pode ser completamente unilateral. Deixamos nossas mentes viagem em algo que cruza as linhas de fantasia em que estamos esperando para finalmente experiência com aquela pessoa. A partir do que poderia ser interpretado como um olhar para uma pessoa normal é apenas nós lutando contra o peso de ser completamente apaixonado por aquilo que nossos olhos estão vendo. Como cada dia que passa, mais sinto o peso da paixão, pacientemente, sonhando com o dia em que o peso se foi e estamos finalmente varridos nossos pés.

terça-feira, 9 de novembro de 2010

rato


Me enganei quando disse que meu sentimento por você superava qualquer outro... Descobri que a raiva consegue ir aos extremos, que a tristeza dos seus atos podem me ferir mais do que você consegue acelerar meu coração, que meu ciúme pode falar mais alto do que a voz da razão. Tudo superou o medíocre sentimento que você criou dentro de mim, só pra matá-lo. Você não merece mais uma única lágrima minha... se você queria empate, saiba que seu jogo foi sujo.
Posso não ter moral, mas minha consiência nunca esteve tão limpa. C.M

segunda-feira, 8 de novembro de 2010

The Vampire Diaries

 

Não sou crédula. As pessoas nascem, envelhecem e então morrem. Esse é o mundo em que vivemos. Não existe mágica, misticismo nem imortalidade. Não existe nada que resista a um pensamento racional. As pessoas deveriam ser quem dizem ser. E não mentir ou esconder sua verdadeira face. Não é possivel. Não sou crédula, não posso ser. Mas como negar o que está na minha frente? Alguém que nunca envelheceu. Nunca se machuca... Alguém que muda de forma inexplicável. Garotas mordidas... Corpos com sangue drenado. Elena

Protetor



Apesar de não ter tanta coisa pra dizer , muito menos momentos raros e bonitos ao seu lado, sou capaz de me sentir como se te conhecesse a muito tempo, sinto  que algo ainda fará nós termos ligações fortes. Se pudesse apenas olhar em seus olhos, sentir sua pele tocando a minha, e ter a sua sensação de que você está ao meu lado, faria com que me sentisse mais forte, protegida pelo seu olhar, erguida pela simples sensação de arrepio da sua pele, e você ao meu lado me faria olhar o mundo de outra forma, com os olhos brilhantes, o sorriso leve e confortado com suas atitudes que me fariam me sentir como uma pessoa realizada. Se você tivesse aqui realmente, entregue de corpo e alma, eu ficaria mais aliviada, poderia caminhar de olhos fechados pois saberia que não me deixaria bater nem cair, poderia sonhar e realizar meus desejos, pois eu sei que você estaria sempre disposto a sonhar comigo. Caso algum dia me deparasse com algum obstáculo entre nos dois , juntos estaríamos prontos a enfrentá-lo e mover qualquer montanha porque aquilo que sentiríamos um pelo outro vai ser maior do que qualquer outra coisa. Tudo ficaria mais forte , nada séria difícil se estivéssemos juntos, porque eu sei que se fosse verdadeiro realmente , ninguém iria quebrar, se algo me machucasse você estaria ali para me curar apenas com um sorriso e uma palavra doce, caso eu tivesse que ir, teria a confirmação de que quando voltasse você estaria ali esperando por mim, como sempre fez, porque se fosse verdadeiro tudo séria melhor.     
                                          Pâmela Felix

Você sumiu

Tá tudo tão frio aqui, tá tão vazio. Até os minutos custam a passar, tá tudo tão complicado, tão sem graça, sem vida, sem cor nenhuma sem você. Nem bons sonhos eu tenho tido mais, aquele sorriso que antes vinha tão facilmente com qualquer brincadeira ou boas lembranças, ja não vem mais. Os dias já não tem a mesma luz, as noites se tornaram tão mais tristes do que já costumavam ser. Posso ouvir a chuva caindo lá fora agora, e as lembranças começam a me atormentar, por instantes sinto falta de coisas que eu jamais tive, isso faz doer aqui dentro. Um carinho, um abraço apertado, uma mão amiga, era tudo o que eu precisava a um segundo atrás, e agora preciso mais do que antes, preciso de você. Nada tá saindo como eu planejava, solidão tem sido tão presente nos últimos dias. Não quero mais lembrar, não quero sentir, não quero passar por tudo isso. Quero que esses dias passem rápido, quero fechar os olhos e só abri-los quando tudo voltar a ter cor, quando os dias voltarem a brilhar como antes, quando meus sonhos e meus sorrisos voltarem pros meus dias, quando eu poder ser feliz sem sua presença, sem seu sorriso e suas palavras me atormentando.Queria realmente poder viver sem você ao meu redor. O que faz curar isso? Como fazer um coração voltar a pulsar? Você me faz pulsar , eu quero você de volta!
                            

Mais do que preciso


A horas em que precisamos de apenas um abraço forte para levar pra longe toda essa angustia, de um olhar confortante e uma palavra bonita para nos fazer sorrir. Mas porque tudo tem que ser dessa maneira, desafios nos tornam fortes, dificuldades nos ajudam a crescer, mais o seu sorriso de todas as manhãs me fez crescer mais do que qualquer outra coisa, saber que você estava aqui, que eu te deixava feliz, que você me amava ou que apenas seus olhos brilhavam ao me ver sorrir. Foi ao seu lado que me senti mais forte do que nunca, mais da mesma forma com que tudo é entregue a nos uma hora elas se vão, mas sem você aqui ta sendo mais difícil, são desafios, dificuldades que parecem que são as quais eu nunca conseguirei enfrentar. O brilho dos seus olhos me erguia e me deixava confortável , me envolvendo em um manto de sonhos, deixando tudo mais colorido, até as estrelas pareciam dançar ao som das palavras mais doces que eu já ouvi um dia: Eu te amo.
                                   Pâmela Felix

sábado, 6 de novembro de 2010

Tati Bernardi



Te amo mesmo, talvez pra sempre. Mas nem por isso eu deixo de ser feliz ou viver minha vida. Foda-se esse amor. E foda-se você.

Fernanda Young




Eu não entendia, não entendo e nunca poderia entender. Veja bem, ela dizia me amar. Sim, claro, eu sou uma doente mental que acredita no que nos dizem.

Mário Quintana

Lá bem no alto do décimo segundo andar do Ano
Vive uma louca chamada Esperança
E ela pensa que quando todas as sirenas
Todas as buzinas
Todos os reco-recos tocarem
Atira-se
E
— ó delicioso vôo!
Ela será encontrada miraculosamente incólume na calçada,
Outra vez criança...
E em torno dela indagará o povo:
— Como é teu nome, meninazinha de olhos verdes?
E ela lhes dirá
(É preciso dizer-lhes tudo de novo!)
Ela lhes dirá bem devagarinho, para que não esqueçam:
— O meu nome é ES-PE-RAN-ÇA...