segunda-feira, 25 de abril de 2011

Ele é só um cara !

É só um cara. Não o denso lago de mistérios gozosos onde você mergulhou e ainda não submergiu. Nem o sustentáculo de todos os ossos de seu corpo, tampouco o mármore onde está gravada a suprema razão de sua existência. É só um cara.
E quer mesmo saber? É um cara como todos os outros caras.
Esse que te perguntou as horas no meio da rua – podia ter sido ele e você nem ligou. O mendigo, o ginecologista, o padre, o dealer. Ele estava ali o tempo todo. E ele não estava. Ele é só um deles. Vários. Uma legião. E ninguém.
É só um cara. E não a sua vida. E não todos os dias da sua história. E não todas as suas lágrimas juntas em um único sábado solitário. Ele não é o destino. É um cara. Existem muitos destinos.
Ele é só um cara que mal sabe escolher os próprios perfumes. Não sabe sangrar. Não sabe que nome daria a um filho. Não pode ficar mais tempo. Ele é só um cara perdido como muitos outros caras que você encontrou. E perdeu.
Ele é só um cara. E você já esqueceu outros caras antes.

(Autor desconhecido)

Eu quero você

...  Sério ou sorrindo. Me mordendo ou me beijando. Brigando ou conversando. De bom ou mal humor. Mas eu quero você, aqui e agora.

sexta-feira, 22 de abril de 2011

Saudade !

não é o que a gente sente quando a pessoa vai embora. Seria muito simples acenar um "tchau" e contentar-se com as memórias, com o passado. Saudade não é ausência. É a presença, é tentar viver no presente. É a cama ainda desarrumada, o par de copos ao lado da garrafa de vinho, é a escova de dentes ao lado da sua. Saudades são todas as coisas que estão lá para nos dizer que não, a pessoa não foi embora. Muito pelo contrário: ela ficou, e de lá não sai. A ausência ocupa espaço, ocupa tempo, ocupa a cabeça, até demais. E faz com que a gente invente coisas, nos leva para tão próximo da total loucura quanto é permitido, para alguém em cujo prontuário se lê "sadio". Ela faz a gente realmente acreditar que enlouquecemos. Ela nos deixa de cama, mesmo quando estamos fazendo todas as coisas do mundo. Todas e ao mesmo tempo. É o transtorno intermitente e perene de implorar por "um pouco mais".

 
Saudade não é olhar pro lado e dizer "se foi". É olhar pro lado e perguntar "cadê"?

Beeshop

segunda-feira, 18 de abril de 2011

E nada vai trazer de volta o que a gente viveu !


Hoje perto dele eu sentir falta, falta de estar novamente sobre seus braços quentes, suas mãos grandes que me tocavam e me acalmavam , do seu cheiro incomum , do seu sorriso que sempre me fazia sorrir , do seu olhar que me passava tranqüilidade . Hoje eu sentir falta dos velhos tempo que passei ao seu lado e se fosse possível passaria tudo novamente só pra te sentir perto de novo – pra me sentir protegida . Hoje o seu abraço teve um toque de despedida , de um adeus doloroso ..  foi quando você me disse que iria embora, que estava na hora de voltar para casa – voltar pra sua cidade . Não sabia o que dizer, como reagir , o que fazer  a minha vontade naquela hora era de te abraçar e não soltar jamais, pedir pra você ficar e de jeito nenhum me deixar de novo que isso tava acabando comigo e que eu ainda te amo ... mais não podia da o braço a torcer  não podia me mostrar a fraca da história . Fiz cara de quem não estava nem ai com o que você estava falando , que nem ligava se você ia ou não embora que não fazia a mera diferença ,  mais por dentro eu tava gritando pelo teu nome.  E foi quando você virou as costas as portas se fecharam e você novamente me deixou sem dar explicações ou razão e foi novamente que eu falei “eu te amo” sem você ouvir .

“Agora já é tarde e você sabe muito bem que não existe adeus enquanto um de nós ficar aqui”

O tempo e a falta!

Sempre me disseram que se deve ser feliz de dentro pra fora. Pois se é assim, então eu não sou. Eu guardo sentimentos ocultos. Eu guardo melancolia. Eu alimento minhas nostalgia.
E em dias como hoje, desenterro todo o meu passado e brinco de voltar no tempo com as palavras. De mudar o que já acabou. De eternizar o que nem durou.
Talvez a vida seja mesmo isso. Guardar sentimentos.
Eu só não consigo entender como as pessoas conseguem com o tempo, simplesmente se desfazer de tudo isso. O tempo pra mim, não muda nada:  Deixar as coisas mais distantes só faz com que a minha vontade de alcançá-las aumente.
Sinto saudade de tudo aquilo que já passou. De todos os cheiros, de todos os erros e de todos os medos. Dos amigos que se foram. Dos idiotas que me fizeram aprender o que é sofrer.
Sinto falta de caber no banco de trás do carro dos meus pais. Do meu primeiro colégio e das suas exigências sem fundamento. Da minha professora do infantil que me faz acreditar que eu era diferente.
Sinto falta de tudo aquilo que tive que deixar, de tudo aquilo que me deixou antes mesmo de chegar. Dos abraços e das lágrimas que eu não deixei cair. Da cor do meu quarto quando o sol batia pela janela. Da música que tocava naquela viagem de família.
Mesmo sabendo o final da história, eu não faria diferente. Eu faria de novo. Pra sempre.

Bruna V.

quarta-feira, 13 de abril de 2011

Eu acho que eu vou superar, sério. Eu entendi agora o sentido das coisas. Eu só espero que você esteja e fique bem. Eu cansei dos ciúmes, da mágoa, do sentimento de culpa. Eu cansei de tentar entender, de correr atrás, de querer ter alguém que deixou de ser meu por escolha própria. Eu cansei de ficar compreendendo entrelinhas se eu realmente demoro superar ou é você que não fez questão nem mesmo de “mentir” se importar, mas quer saber? Como eu disse, eu vou superar. Eu comecei a acreditar nisso. Talvez eu suma, talvez eu continue por perto, talvez eu queira saber como você está. Talvez eu não demonstre preocupação. Eu já fiz muito isso quando devia, quando precisava; você me parece capaz de cuidar. Só fique bem, seja feliz. Sei lá, seja o que você quiser. Guarda só as boas lembranças, o resto não importa. Não quero você longe ou mal, só que você bem. E se a distância te deixa melhor, o resto eu supero sozinha.

ser eu mesma !

Sabe quando você cansa de lutar? Ainda vejo motivos, mas sei que não terei retorno nenhum, então pra que me desgastar mais? Queria muito que não fosse assim, mas não há o que fazer, não vou mais interferir na vida de ninguém a não ser que ela permita, assim como ninguém interferirá na minha, e não, eu não permito. Eu cansei de correr atrás, de ser machucada e ver que não sabem dar valor a todo o esforço que eu faço. Eu talvez ainda queira, lá no fundo, lutar por alguma coisa, queira chegar em algum lugar, mas eu ando exausta demais em relação as pessoas, em relação as situações. Em meio a tudo isso, vou fingir não me importar até que alguém chegue a mim e chame a minha atenção. Não vou me abalar, além do mais, ninguém se abala. Cansei da exaustão, enquanto os outros estão em boa forma. Vou passar a me preocupar mais comigo. E se algum dia por acaso sentir que estou sendo vencida pelo medo, pelo cansaço de lutar pelos meus direitos, pelos meus sonhos; vou transparecer fraqueza? com toda certeza não, muito pelo contrário, quanto mais se metem na minha vida, quanto mais tentam viver aquilo que é meu, mais força eu tenho pra mostrar o quanto sou dona de mim, o quanto sou dona daquilo que criei.

sexta-feira, 8 de abril de 2011

falta

Já sinto saudades. Mas é difícil falar isso. Falar de tudo o que me faz lembrar de você. Sinto falta de acordar do seu lado. Sinto falta de te bater sem querer a noite. Falta de ficar irritada com as suas implicâncias. Falta de rir das suas caretas. Falta de andar pra cima e pra baixo com voce sem rumo. Falta de falar coisas idiotas e sem sentido com você. Falta de andar sobre suas costas. Falta de te ver sorrindo. Falta de te abraçar. Falta de sentir seu cheiro. Falta de me sentir segura como eu só me sinto com você. Falta de ouvir as suas histórias, por mais que eu já tenha ouvido elas inúmeras vezes. Sinto falta também de te irritar. Sinto falta de andar de mãos dadas com você por ai. Sinto falta de ‘me esconder’ de alguém atrás de você. Sinto falta de encostar no seu ombro. Sinto falta de falar minhas coisas estranhas pra você e ver a sua cara esquisita em seguida. Sinto falta de muitas coisas, mas muitas coisas mesmo. Mas a única coisa que eu sei, é que, essa saudade só aumenta a cada dia mais. Eu estando perto ou não de você.

quinta-feira, 7 de abril de 2011

ciumes !

Ciúmes pra mim é aquele frio da barriga quando penso que há uma possibilidade de te perder. É aquela sensação ruim de pensar que você pode ser muito feliz sem mim. Ciúmes é ficar com a cabeça cheia de ‘minhocas’, mesmo sabendo que você não fez nada para que eu desconfiasse. Sei lá, ciúmes deve ser isso, mas nem sei pra que ele existe.

quarta-feira, 6 de abril de 2011

caráter !

Já estou cansada das pessoas tentando ser perfeitas, mudando quem elas realmente são para impressionar os outros. Afinal, o que é perfeição? Elas continuam cobrando, elas continuam impondo padrões ridículos, como se alguma pessoa precisasse mesmo de regrinhas estúpidas para ser bonita. Físico não, caráter sim. O mais bonito é o que você tem por dentro. Você quer mesmo que as pessoas sejam suas amigas por coisas inúteis? Maquiagem sai com água, chapinha, a chuva leva embora, unhas quebram. Mas o que você tem no coração é fixo e ninguém pode te tirar isso. Então agora, dê um tempo nesse sofrimento. Vai ser feliz, vai.

segunda-feira, 4 de abril de 2011

 Não pense que você nunca terá felicidade, que você nunca será correspondida. Por favor, se quiser usar a palavra “nunca”, use e abuse, mas jamais para isso. Você, assim como muitos seres humanos, merece ser feliz. E sobre ser correspondida, existem muito mais do que apenas 3.255.102.632 no mundo que merecem isso.

 

eu te amo !


Eu pensei tanta coisa, eu procurei mil respostas para explicar meus sentimentos, e a unica coisa que eu realmente tive certeza é que eu te amo, e amo muito, amo como nunca amei nimguem, amo com toda a minha alma, amo com todo o meu coração! Você não tem a minima noção de quantos sorrisos, os sorrisos mais sinceros já arrancou do meu rosto, quantos suspiros de alegria não fez eu dar, quantas vezes fez meu coração disparar e minhas pernas ficarem completamente bambas! Você é a minha inspiração, o meu maior amigo e o melhor. Você é meu, você é somente meu!

Tati Bernardi

“Ela sabia que precisava dele. Pelo menos naquela noite chuvosa e sem grandes esperanças. Mas tinha medo da compulsão. De querer ele sempre e sempre e pra sempre. E amanhã e depois. E de dia, e tarde, de madrugada. E não saber digerir tanto amor e tanto amor acabar lhe fazendo mal. Só mais um pouquinho, pensou. Uma lasquinha. Pra dormir feliz. Amanhã era amanhã. Depois ela resolvia…”

domingo, 3 de abril de 2011

Avril Lavigne

"Mudei muito. Eu cresci, estou consciente... Mas continuo a mesma garota. Sou só uma versão mais velha. Sempre fui honesta e sempre fui completamente eu mesma. Falando abertamente, não sou uma puxa-saco. Sou verdadeira para comigo mesma e acho que isso é o que boa parte dos fãs gostam em mim."


Eu lembro de me perder em teus cabelos em noites de inverno, pois seus 36º me deixavam aquecida. Eu lembro de te ignorar quando dizia besteiras que não fossem ditas diretamente em meu ouvido. Eu lembro de te procurar nas pessoas que passavam na rua e flertar com elas, apenas para que eu me sentisse te ganhando. Eu lembro de sonhar com você e acordar sorrindo. Eu lembro de te perder diversas vezes e me arrepender e te ganhar de volta. Eu lembro da dor que vinha toda vez que não pude responder seu adeus e que fora nessa vez que você não retornou para mim. Eu lembro da sua ida e volta. Eu lembro de ter medo de você. Eu lembro de te amar. Mas, logo me esqueço, pois preciso te perder pra me encontrar.